O Primeiro Estudo da OMPI sobre Tendências da Tecnologia Sonda a Inteligência Artificial: A IBM e a Microsoft são líderes em contexto de aumento global recente em matéria de Atividades Inventivas na área da IA

Um novo estudo carro-chefe da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) tem registrado um gigantesco aumento recente de invenções com base em inteligência artificial, com as empresas americanas IBM e Microsoft liderando o setor, num contexto em que a IA tem evoluído do plano teórico para o mercado global, nestes últimos anos.  

A primeira publicação na série Tendências da Tecnologia na OMPI define e avalia as inovações no setor da inteligência artificial (IA), revelando mais de 340.000 pedidos de patentes relacionados com IA e 1,6 milhão de documentos científicos publicados desde os primórdios da IA nos anos 50, com a maioria dos registros de patentes publicados desde 2013.

Este relatório inaugural das Tendências da Tecnologia oferece uma base comum de informação sobre IA para políticas e decisores governamentais e empresariais, bem como cidadãos interessados no mundo inteiro que se debatem com os desdobramentos de uma nova tecnologia que promete revolucionar muitas áreas de atividades econômicas, sociais e culturais.

‘As concessões de patentes no contexto da inteligência artificial têm aumentado em ritmo acelerado, o que significa que podemos esperar um número significativo de novos produtos, aplicações e técnicas com base em IA que afetarão nosso quotidiano – e que também moldarão a futura interação humana com as máquinas que criamos’, disse Francis Gurry, Diretor Geral da OMPI.

‘As consequências da IA para o futuro do desenvolvimento humano são profundas. A primeira etapa da maximização do benefício generalizado da IA, num contexto de confronto de desafios nas áreas ética, jurídica e regulamentar, consiste na criação de uma base factual comum com vista à compreensão da inteligência artificial. Ao fazer esta revelação pioneira, em nossa série ‘Tendências da Tecnologia na OMPI’, a OMPI tem a satisfação de contribuir com projeções fundamentadas em dados concretos, fornecendo assim informações para a elaboração de políticas globais sobre o futuro da IA, sua gestão e o enquadramento da PI que constitui a sua sustentação’, disse o Sr. Gurry.

  • O patenteamento relacionado com IA está se expandindo rapidamente, com mais da metade das invenções identificadas publicadas desde 2013.
  • As empresas representam 26 dos 30 principais requerentes de patentes, com universidades ou organizações de relações públicas representando os quatro restantes.
  • A IBM, baseada nos EUA, tinha a maior carteira de pedidos de patentes de IA, com 8.290 invenções em fins de 2016, seguida pela Microsoft Corp., baseada nos EUA, com 5.930. Completando a lista dos cinco principais requerentes, encontram-se as seguintes empresas: Toshiba Corp. (5.223), baseada no Japão, Grupo Samsung, da República da Coreia (5.102) e o Grupo NEC, do Japão (4.406).
  • As organizações chinesas representam 3 dos 4 protagonistas acadêmicos entre os 30 principais requerentes.

https://www.wipo.int/export/sites/www/pressroom/pt/documents/pr_2019_827.pdf

Contato:
Samar Shamoon
samar.shamoon@wipo.int

Edward Harris
Edward.harris@wipo.int

GENEBRA, January 31, 2019 /PRNewswire/ —

Utilizzando il sito, accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra. maggiori informazioni

Questo sito utilizza i cookie per fornire la migliore esperienza di navigazione possibile. Continuando a utilizzare questo sito senza modificare le impostazioni dei cookie o cliccando su "Accetta" permetti il loro utilizzo.

Chiudi